População e renda da Estrutural aumentam, mas escolaridade cai

01 DEZ 2014
01 de Dezembro de 2014
Os dados são da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios de 2013

A Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD-2013), realizada na Estrutural revelou, entre outros dados, que a população aumentou mais do que a média geral das regiões administrativas do Distrito Federal, nos últimos dois anos. E revelou ainda que no quesito escolaridade, o número de pessoas analfabetas subiu e a porcentagem de moradores com nível superior completo caiu.

A população urbana estimada foi de 32.148 habitantes, em 2011, para 35.801 em 2013. De acordo com dados da PDAD 2013, a RA tem taxa de crescimento anual de 5,5%, superior à observada no Distrito Federal que é de 2,3% ao ano. Do total de habitantes, 50,51% são homens.

Trabalho
Em relação a força de trabalho, 63,23% possuem entre 15 e 59 anos. A faixa etária de 60 anos ou mais é representada apenas por 2,65% dos habitantes e 34,12% têm até 14 anos de idade.

No tocante à ocupação dos moradores, observa-se que, entre os acima de dez anos, 48,12% têm atividades remuneradas, enquanto 2,3% estão aposentados. Os desempregados somam, 7,10% desta população.

Do contingente de trabalhadores, a maioria é constituída por empregados (55,14%), sendo que 44,12% têm carteira assinada, 43,22% são autônomos e 2,08% estão no serviço público e militar. Os aprendizes são apenas 0,15%, para uma população na faixa etária de 15 a 24 anos de cerca de 7.700 pessoas.

A renda domiciliar média apurada na pesquisa foi da ordem de R$ 1.465,15 correspondente a 2,16 salários mínimos (SM), e a renda per capita foi de R$ 378,00.

A pesquisa detectou ainda que 60 domicílios, 0,69%, encontram-se na faixa de renda de 10 a 20 salários mínimos. Na faixa de 20 ou mais não foram identificados domicílios.

Segurança
No quesito “segurança”, dirigido para toda a população, revela que 96,51% declararam que não sofreram, em 2012, qualquer tipo de violência. Entre os que declararam tê-la sofrido, o roubo apareceu com 61,36% seguido pelo furto sem violência ou grave ameaça 32,24%

Escolaridade
Quanto ao nível de escolaridade, a maior parte da população não concluiu o ensino fundamental (47,29%) e médio completo (12,44%). Os habitantes com ensino superior representam apenas 0,51% não foi detectado pessoas com especialização, mestrado e doutorado.

O número de analfabetos subiu em relação a 2011, de 2,24% foi  2,59%. Da população total da Estrutural, 62,95% não estudam e entre os que estudam (37,05%), 34,85% frequentam a escola pública e 2,20% a escola privada.

Somente 1,8% da população não teve acesso ou não concluiu o ensino fundamental e o ensino médio em idade apropriada, tendo em vista ter frequentado ou frequentar o Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A PDAD detectou ainda, no momento da pesquisa, que 81 crianças (0,23%) na faixa de 6 a 14 anos não alfabetizadas

Saúde
Quanto à aquisição de Plano de Saúde, observa-se que 94,33 % da população da RA XXV não conta com esse serviço. Dos que os têm, 4,56 % são planos empresariais e, apenas 0,51%, planos individuais

Quanto à utilização de hospital público/Unidade de Pronto Atendimento - UPA, 97,80% da população declararam fazer uso desse serviço. Do total desse contingente, 76,17% o fazem no Guará, 18,94% em Brasília/Plano Piloto e 2,8% em Taguatinga.

Voltar

Associação Comunitária Radiodifusora Voz do Povo FM

Quadra 01 Conjunto 01 Lote 06 Cidade Estrutural - Brasília DF

Fale conosco: (61) 3465-6416