Líderes sul-americanos assinam documento para criação do Prosul.Fórum de desenvolvimento regional pretende substituir Unasul e, além do Brasil, inclui Argentina, Chile, Paraguai, Peru, Colômbia, Equador e Guiana.

    22 MAR 2019
    22 de Março de 2019
    .Representantes de oito países sul-americanos, incluindo o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, assinaram na tarde desta sexta-feira (22) a Declaração de Santiago, um documento com uma proposta para a criação do Prosul, fórum de desenvolvimento e integração regional, que deve substituir a União das Nações Sul-Americanos (Unasul).

    O presidente chileno Sebastián Piñera afirmou que a assinatura do documento "estabelece um compromisso dos presidentes de colaboração, diálogo e integração na América do Sul".

    De acordo com ele, o fórum será implementado gradualmente e deve "ter uma estrutura flexível, leve, barata, com regras operacionais claras e um ágil mecanismo de tomada de decisão".

    Piñera disse que o Prosul vai tratar das "questões de integração nas áreas de infraestrutura, energia energia, saúde, defesa, segurança e criminalidade, prevenção e gestão de desastres naturais".

    Ele terminou sua declaração no ato de assinatura dizendo que o Prosul vai ser um "fórum sem ideologia, que vai respeitar a diversidade dos países que elegeram seus governos" e que o objetivo é "avançar juntos, melhorar a qualidade de vida e criar mais oportunidades para que todos os habitantes possam seguir com seus projetos de liberdade".

    Além de Bolsonaro, assinaram o documento Mauricio Macri (Argentina), Sebastian Piñera (Chile), Mario Abdo Benítez (Paraguai), Martín Vizcarra (Peru), Iván Duque Márquez (Colômbia), Lenín Moreno (Equador) e George Talbot (embaixador da Guiana) .

    Voltar

    Associação Comunitária Radiodifusora Voz do Povo FM

    Quadra 01 Conjunto 01 Lote 05 -  Cidade Estrutural - Brasília  - DF

    Fale conosco: (61) 3465-6416